Documentos

Bando emitido pelo novo governador da capitania de São Paulo e Minas do Ouro, Pedro Miguel de Almeida Portugal, em maio de 1718, perdoando motim passado na vila de Pitangui

Resumo

Recém empossado como governador da capitania de São Paulo e Minas do Ouro, o jovem veterano da Guerra de Sucessão espanhola Pedro Miguel de Almeida e Portugal precisa encarar o desafio de dominar os rebeldes de Pitangui e firmar sua autoridade. Para isso, apresentou-se com o poderoso título de Conde de Assumar e negociou com moradores o perdão pelo motim passado. 

Artifícios da Narrativa

O Conde de Assumar, buscando reaver a obediência dos moradores da Vila de Pitangui e garantir a cobrança de imposto na região, perdoa os motins e crimes  passados, incentivando que moradores retomem suas casas. Aqueles leais dispostos a habitar a região com suas famílias e negros seriam beneficiados com fintas menos pesadas, além disso, o esforço paulista no descobrimento das minas é reconhecido.

Ler o documento

Informações

Documento possui 3 páginas

Revolta

Motim contra o pagamento do quinto

Local/Data

Vila de Pitangui 30 de mai. 1718

Tipo

Autoria da transcrição

Rodrigo Bentes Monteiro. Instituto de História, Universidade Federal Fluminense (UFF).

Referência do documento original

O presente documento será doado ao Arquivo Público Mineiro.

Referência do documento reproduzido

MONTEIRO, Rodrigo Bentes. Ao som de caixas: um bando do conde de Assumar de 1718. Revista de fontes, v. 07, n. 12, p. 141-148 – Guarulhos, julho de 2020 – ISSN 2359 - 2648

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Imprimir página

Compartilhe