Documentos

Bando do governador Salvador Correia de Sá e Benevides

Resumo

Distante do palco principal da revolta da Cachaça, o governador da capitania do Rio de Janeiro, instalado em São Paulo, determina diversas medidas legais que estavam ao seu alcance em reação às mudanças administrativas do governo rebelde que assumiu no final de 1660.

Artifícios da Narrativa

O governador afastado, buscando reaver a obediência dos moradores fluminenses que consensualmente escolheram (“elegeram”) outro governador, caracteriza os amotinados como traidores e desleais às leis de Sua Majestade e sinaliza a tomada de medidas contra os rebeldes com justiça e prudência.

Ler o documento

Informações

Documento possui 3 páginas

Revolta

Revolta da Cachaça

Local/Data

Rio de Janeiro 01 de jan. 1661

Autoria

Salvador Correa de Sá e Benevides

Governador da Capitania /

Destinatário

Jerônimo Barbalho

Governador da Capitania /

Tipo

Idioma

Autoria da transcrição

Eduardo Chu

Referência do documento original

Cam. de São Paulo liv. de Reg. tt.1658 pág.107

Referência do documento reproduzido

LEME, Pedro Tacques de Almeida Pais. Notícias das Minas de São Paulo e dos sertões da mesma capitania. São Paulo. Livraria Martins Editora S/A; 1954, p.46- 48

    Imprimir página

Compartilhe