Século XVII

Século XVII

1603 - Publicação das Ordenações Filipinas em 11/01 e promulgação dos primeiro Regimento das Minas, em 16/08.

1604 - Criação do Conselho das Índias e Conquistas Ultramarinas e ataque dos holandeses a Moçambique.

1604 - Tomada da serras de Cambambe em Angola onde desde 1602 começava a ser construída uma fortaleza portuguesa.

1605 - Início das medidas de controle sobre a permanência de estrangeiros em território português ultramarino. Concessão de ampla liberdade aos índios, por provisão real de 05/06 e construção do Forte de Santa Cruz no Rio de Janeiro.

1606 - Concessão à Santa Casa do Rio de Janeiro dos mesmos privilégios e provisões da Santa Casa de Lisboa e criação da capitania de Serra Leoa pelo ingleses.

1608 - Nova divisão do Brasil em duas administrações: norte e sul (incluindo Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Vicente). Foral da vila de Angra dos Santos Reis da Ilha Grande, Rio de Janeiro e criação da vila de Nossa Senhora da Conceição em Angra dos Reis, Rio de Janeiro.

1609 - Início do governo de Francisco de Souza, sediado no Rio de Janeiro. Criação do Tribunal da Relação do Brasil, em Salvador, por resolução de 07/03. Instalação do matadouro do Rio de Janeiro.

1612 - Criação da Diocese de Moçambique. Reunificação administrativa do Brasil.

1615 - Elevação da vila (antiga feitoria) de Nossa Senhora da Assunção de Cabo Frio a cidade. Construção do forte de São Mateus (ou Santo Inácio) próximo à ponta de Búzios, Cabo Frio, Rio de Janeiro.

1616 - Tratado de paz entre Holanda e Portugal

1617 - Fundação de São Filipe de Benguela. Provisão de Salvador de Sá para seu filho Gonçalves Correia de Sá, ordenando a abertura do caminho da marinha para o Rio Paraiba e exploração do sertão. Carta régia autorizando todos os vassalos à exploração das minas descobertas no Brasil.

1618 - Início da Guerra dos Trinta Anos. Promulgado do segundo regimento das minas

1619 - Estabelecimento da Venerável Ordem Terceira de São Francisco da Penitência no Rio de Janeiro. Introdução dos primeiros escravos africanos em Jamestown, Virgina por traficantes holandeses.

1620 - Início do conflito entre os jesuítas e o Santo Oficio.

1621 - Fundação da Companhia Holandesa das Índias Ocidentais, com privilégios comerciais na África e América. Início do reinado de Filipe III de Portugal (IV da Espanha), dinastia de Castela. Reinicio da guerra entre Espanha e Províncias Unidas
divisão do Brasil em Estado do Brasil e estado do Maranhão e Grão-Pará.

1622 - Fundação dos primeiros engenhos de açúcar no Maranhão.


1626 - Montagem da feitoria francesa em Caiena (futura Guiana). Extensão da Inquisição às colônias africanas.

1627 - Início de povoamento dos Campos dos Goitacazes, com introdução de pecuária, principalmente a partir de 1633.

1634 - Freguesia de Nossa Senhora da Candelária, cidade do Rio de Janeiro. Expulsão dos portugueses da Etiópia.

1637 - Freguesia de Nossa Senhora do Pilar.

1637 - Tomada do Forte Português conhecido como Castelo da Mina pelos holandeses.

1640 - Fim da União das Coroas Ibéricas e restauração da monarquia portuguesa com aclamação de D. João IV, da Casa de Bragança.

1641 - Tomada de São Paulo de Luanda pelos holandeses.

1642 - Criação do Conselho Ultramarino e dos conselhos da Consciência, Fazenda, Guerra, e Estado. Abolição dos monopólios régios nas Índias e Guine, salvo o da canela. Decreto do monopólio do tabaco em favor da Coroa.

1643 - Indicação de Salvador Correia de Sá para governador e administrador geral das minas de São Paulo, com poderes independentes.

1644 - Movimento contra a família Sá e aclamação de Agostinho Barbalho como governador do Rio de Janeiro "eleito pelo povo". Freguesia de Nossa Senhora da Apresentação (Irajá).

1647 - Freguesia de São João de Meriti.

1648 - Reconquista de Angola por Salvador Correia de Sá. Fundação da Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo no Rio de Janeiro.

1649 - Criação da Companhia Geral de Comércio do Brasil e partida da primeira frota com destino ao Brasil. Expulsão dos portugueses da Arábia e do Golfo Pérsico pelos árabes ajudados por ingleses e holandeses.

1650 - Início do curso de Artes e Teologia do Convento de Santo António, no Rio de Janeiro.

1652 - Restabelecimento do Tribunal da Relação do Brasil, suprimido pelos Filipes, ainda sediado em Salvador. Extensão da autorização para entradas a todas as ordens religiosas e não mais apenas aos jesuítas.

1653 - Fundação de Nossa Senhora da Conceição do Rio Paraíba, atual Jacareí.

1657 - Freguesia de Santo Antonio de Jacutinga. Ataque holandês a Portugal, bloqueando Lisboa por três meses. Instauração da Custodia do Rio de Janeiro pelos franciscanos, depois da elevação da Custodia de Pernambuco a Província Autônoma, sob a denominação de Santo António do Brasil.

1659 - Fundação de feitoria francesa na costa do Senegal. Extinção da Companhia Geral de Comércio do Brasil

1660 - Revolta no Rio de Janeiro, liderada por Agostinho Barbalho , contra Salvador de Sá e a cobrança de impostos. Ordem de Salvador de Sá para exploração da estrada de Parati visando a descoberta de minas de ouro.

1661 - Freguesia de Nossa Senhora do Loreto (Jacarepaguá). Acordos de Londres e Haia quando os holandeses reconhecem a perda do Brasil.

1663 - Organização da Royal African Company pelos ingleses. Regimento dos capitães-mores.

1664 - Criação da Companhia Francesa das Índias. Instalação dos primeiros franceses em Caiena.

1666 - Instalação de estaleiro na Ilha Grande, Rio de Janeiro, para construção de fragatas. Ordem para envio de maior número de cavalos a Angola. Epidemia de bexiga no Rio de Janeiro (também em Pernambuco e Bahia).

1667 - Condenação do Padre António Vieira à reclusão e silencio. Foral da Vila de Parati, Rio de Janeiro.

1669 - Requerimento da câmara municipal para que todos os anos viessem a cidade do Rio de Janeiro três navios de Angola com escravos.

1671 - Revolta dos Frades no Rio de Janeiro, Bahia e Pernambuco pela isenção de submissão aos prelados portugueses.

1673 - Permissão de navegação transportando escravos negros para particulares e para companhias, obrigando a observação das "regras humanitárias" de 1664.

1674 - Publicação do regimento para os armazéns da Guine e Índias e Armadas. Criação da Junta do Tabaco.

1675 - Criação da nova Província Religiosa do Rio de Janeiro, com o nome de Imaculada Conceição.

1676 - Elevação do Bispado da Bahia a Arcebispado Metropolitano do Brasil. Criação do Bispado do Rio de Janeiro, sufragâneo da Bahia pela bula papal Romani Pontificis Pastoralis Solicitudo, de 22/11. Delimita como limites diocesanos a área entre o sertão do Espírito Santo e o Rio da Prata.

1677 - Foral da Vila de São João do Paraíba, Rio de Janeiro. Foral da Vila de São Salvador dos Campos dos Goytacases, Rio de Janeiro.

1678 - Instalação da Relação Eclesiástica na Bahia.

1679 - Subordinação das capitanias do sul do Brasil ao governo do Rio de Janeiro.

1680 - Fundação da Companhia de Cacheu e Cabo Verde. Criação da Colônia de Sacramento por Manoel Lobo, governador do Rio de Janeiro.

1680 - Construção do primeiro forte em Ajuda, Costa da Mina.

1681 - Criação da Junta das Missões. Descoberta de pedras preciosas por Fernão Dias Pais Leme.

1682 - Criação do presídio de Caconda, Angola.

1683 - Coroação de D. Pedro II (sucessor de D. Afonso VI).

1690 - Instalação da Companhia de Cacheu e Cabo Verde na Ilha do Príncipe, com objetivo de fornecer escravos as colônias espanholas. Fundação do arraial de Sabará, Minas Gerais, pelos paulistas.

1692 - Constituição da capitania de Bissau.

1695 - Destruição do Quilombo dos Palmares.

1696 - Nomeação do primeiro juiz de fora no Rio de Janeiro. Construção do Forte de Santiago da Misericórdia (ou do Calabouço) na base do Morro do Castelo, cidade do Rio de Janeiro.

1697 - Freguesia de Nossa Senhora da Piedade (Magé). Foral da vila de Santo António de Sá e Macacu, Rio de Janeiro. Primeiras descobertas significativas de minas de ouro em Minas Gerais.

1698 - Freguesia de Nossa Senhora da Piedade de Inhomirim. Sujeição da capitania de São Paulo ao Rio de Janeiro. Freguesia de Nossa Senhora da Piedade de Piabetá (Magé). Transferência da Casa da Moeda de Salvador para o Rio de Janeiro.

1699 - Sujeição da Colônia de Sacramento ao Rio de Janeiro.

1700 - Proibição de passagem de mestres, oficiais e escravos para Minas Gerais.




Este artigo vem de .::A ESCRAVIDÃO AFRICANA NOS ARQUIVOS ECLESIÁSTICOS::.   http://www.historia.uff.br/curias
A URL para este artigo é:   http://www.historia.uff.br/curias/modules/tinyd0/index.php?id=4