Independência de Angola

 

Aqui disponibilizamos a bibliografia consultada durante o desenvolvimento da pesquisa “Os Primeiros Anos da Angola Independente (1975-1979)”.
 

ABRANCHES, Henrique. Identidade e patrimônio cultural. Porto : União
dos Escritores Angolanos, 1989.

ABRANCHES, Henrique. "Notas sobre a questão nacional em Angola". In: A Construção da Nação Em África. Bissau, INEP/CODESRIA/UNITAR, 1989.

ABSHIRE, David, SAMUELS, Michael (ed.). Portuguese Africa. A Handbook. New York: Praeger, 1969.
 
ABSHIRE, David. Strategic Implications. In: ABSHIRE, David, SAMUELS, Michael
 
AGUALUSA, Jose Eduardo. Estação das chuvas. Rio de Janeiro : Gryphus, 2000.
 
ALEGRE, Luisa d’Almeida. Travail Salarie, Proletarisation et Classe Ouvriere en
Paris: Mémoire de D.E.A., Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales, 1990.
 
ALEXANDRE, Valentim. Os Sentidos do Império. Questão Nacional e Questão
Colonial na Crise do Antigo Regime Português. Porto: Edições Afrontamento, 1993.
 
ALMEIDA, FRANCISCO MANUEL CESAR CORREIA DE. Considerações em torno do nacionalismo angolano. São Paulo, 1998. 108 p. Mestrado - Sociologia, UNICAMP, 1998. Orientação de : Octavio Ianni.
 
ALVES, Márcio Moreira. Torturas e Torturados. Rio de Janeiro: S/e, 1966.
 
ANDERSON, Jon Lee. Che Guevara. Uma biografia. Rio de Janeiro: Objetiva, 1997.
 
ANDRADE, Mário Pinto de. Uma entrevista dada a Michel Laban. Lisboa: Edições João Sá da Costa, 1997.
 
ANDRADE, Fernando Costa. Adobes de memória: Tukayana. Luanda : Caxinde, 2002. v. 1.
ANDRADE, Fernando Costa. Adobes de memória: chegadas. Luanda : Caxinde,2002. v. 2.

 
ANTUNES, José Freire. O Império com Pés de Barro. Colonização e Descolonização: as ideologias em Portugal. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1980.
 
ANTUNES, José Freire. A Guerra de África (1961-1974). Lisboa: Círculo de Leitores, volume I, 1995.
 
ANTUNES, José Freire. A Guerra de África (1961-1974). Lisboa: Círculo de Leitores, volume II, 1995.
 
BARBOZA, Mario Gibson. Na Diplomacia, o traço todo da Vida. Rio de Janeiro: Record, 1992.
 
BARLOW, Eeben – Executive Outcomes. Against all Odds. South Africa: Galago.
 
BARNETT, Don, HARVEY, Roy. The Revolution in Angola: MPLA, Life Histories and Documents. New York: The Bobbs-Merrill Company, 1972.
 
BENDER, Gerald J. Angola. Mito y Relidad de su Colonización. México: Siglo Veintiuno Editores, 1980.
 
BENIGNO (Dariel Alarcón Ramírez). Vie et Mort de la Révolution Cubaine.França: Fayard, 1996.
 

BENOT, Yves. As ideologias políticas africanas. Lisboa: Sá da Costa, 1980.
 
BETHENCOURT, Francisco. A Guerra Colonial e o Fim do Império Português. In: BETHENCOURT, Francisco e CHAUDHURI, Kirti (dir.). História da Expansão Portuguesa. Espanha: Círculo dos Leitores, Volume 5, 65-98, 1999(b).
 
BETHENCOURT, Francisco. Uma Guerra esquecida: a comunidade internacional nas vésperas da última campanha colonial. In: TEIXEIRA, Rui de Azevedo (org.). A Guerra Colonial: Realidade e Ficção. Livro de Actas do I Congresso Internacional. Lisboa: editorial Notícias, 2001.
 
BIRMINGHAM, David. História de Portugal. Uma Perspectiva Mundial. Lisboa: Terramar, 1998.
 
BITTENCOURT, Marcelo. Dos Jornais às Armas. Trajectórias da Contestação Angolana. Lisboa: Vega Editora, 1999.
 
BITTENCOURT, Marcelo. A História Contemporânea de Angola: seus achados e suas armadilhas. In: Construindo o Passado Angolano: as fontes e a sua interpretação. Actas do II Seminário Internacional sobre a História de Angola (4 a 9 de agosto de 1997). Luanda: Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses, 2000(a).
 
BITTENCOURT, Marcelo. “As relações Angola-Brasil: referências e contatos”. In: Brasil-África: como se o mar fosse mentira. Maputo: Universidade Eduardo Mondlane, 2003.
 
BITTENCOURT, Marcelo. Estamos juntos: o MPLA e a luta anticolonial (1961-1974). Niterói, 2002. 2. v. il. Doutorado - Historia Social - UFF, Niterói, 2002. Orientação de: Daniel Aarão.
 
BOPELA, Thula & LUTHULI, Daluxolo – Umkhonto We Siswe – Fighting for a divided people. Galago, 2005, South Africa.
 
BREYTENBACH, Jan Col. – They Live by the Sword – 32 “Buffalo” Battalion – South Africa’s Foreign Legion. Lemur. 1990 South-Africa.
 
BREYTENBACH, Jan Col. – The Plunderers. Covos day; 2001, South Africa.
 
BRIDGLAND, Fred. Jonas Savimbi: a key to africa. Edinburgo : Mainstream Publishing, 1986. 513
 
BRIDGLAND, Fred – The War for Africa. Twelve Months that Transformed a Continent. Ashanti Publishing. 1990/1993 (3º Ediç.). Rivonia. South Africa.
 
BURGER, Marlène & GOULD, Chandré- Secrets and Lies. Zebra, 2002; Cape-Town. Zebra; 2003. South Africa.
 
CABRERA, Marina Rey. La Guerra de Angola. Editora política. La Habana, 1989.
 
CAITA, Mario Bastos Fernando. Angola:estado- nação, movimentos sociais e disputas territoriais, o caso da província de Ngangela. Rio de Janeiro, 2000. 75 p. il. Mestrado – Geografia, UFRJ, Rio de Janeiro, 2000. Orientação de: Ina Elias de Castro.
 
CANN, John P. Contra-Insurreição em África, 1961-1974. O modo português de fazer a guerra. S. Pedro do Estoril (Portugal): Edições Atena, 1998.
 
CANN, John P. Um notável feito de armas. In: TEIXEIRA, Rui de Azevedo (org.). A Guerra Colonial: Realidade e Ficção. Livro de Actas do I Congresso Internacional. Lisboa: editorial Notícias, 2001. p. 129-140.
 
CARREIRA, Iko. O Pensamento Estratégico de Agostinho Neto. Lisboa: Publicações.
 
CARVALHO, Maria do Socorro Fernandes. Feitios de Mateba: poesia angolana na composição de uma identidade nacional. África : revista do Centro de Estudos Africanos, São Paulo, n. 20/21, p. 269-284, 1997/1998.
 
CARVALHO, Ruy Duarte de. A Câmara,a escrita e a coisa dita. Luanda: INALD, 1997.
 
CARVALHO, Ruy Duarte de. Os Kuvale na historia e nas crises: artigos e comunicações [1994-2001]. Luanda : Editorial Nzila, 2002. 157 p. (ColeçãoEnsaio, 4).
 
CARVALHO, Ruy Duarte de. Vou lá visitar pastores. Lisboa: Edições Cotovia, 1999.
 
CARVALHO FILHO, Silvio de Almeida. Ser branco em um país de "pretos": as relações étnicas em Angola, (1961-1992). In: CONGRESSO DA ASSOCIACAO LATINO-AMERICANA DE ESTUDOS AFRO-ASIÁTICOS DO BRASIL, 6, 1998, BRASILIA.
 
CASTAÑEDA, Jorge G. Che Guevara: A vida em vermelho. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.
 
CASTRO, Moacir Werneck. Dois caminhos da Revolução Africana. Rio de Janeiro: Instituto Brasileiro de Estudos Afro-Asiáticos, 1962.
 
CEDETIM. Angola: la lutte continue. Paris: CEDETIM (Centre d’études anti
imperialistes) / François Maspero, 1977.
 
CÉSAR, Amândio. Angola 1961. Lisboa: Verbo, 1961.
 
CHACON, César Gomez. Cuito-Cuanavale: Viaje al Centro de los Heroes. Editorial
 
CHALIAND, Gérard. Mitos Revolucionários do Terceiro Mundo. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1977.
 
CHALIAND, Gérard. Problemas do Nacionalismo Angolano. Tempo Brasileiro, Rio de Janeiro, n.º 8, p. 77-97, fevereiro de 1966.
 
CHAVES, Rita de Cassia. Angola e Moçambique: o lugar das diferenças nas identidades em processo. Rio de Janeiro: Educam, 2001. 22 p. (Academia da Latinidade - textos de referencia).


CHAVES, Rita de Cassia. A Formação do romance angolano: entre intenções e gestos. São Paulo : FBLP, 1999. 221 p. (Coleção Via Atlântica, 1).
 
COELHO, João Paulo Borges. Guerra Colonial/Luta de Libertação: as duas faces de uma mesma investigação. In: Actas do Colóquio Construção e Ensino da História de África. Lisboa: Ministério da Educação, 1995. p. 93-107.
 
CONGRESSO INTERNACIONAL (1. : 2000 : LISBOA), TEIXEIRA, Rui de Azevedo (Org.). A Guerra colonial: realidade e ficção. Lisboa : Noticias, 2001.
 
CORNEVIN, Marianne. Historia da África contemporânea: da segunda guerra mundial aos nossos dias. Lisboa : Ed. Sociais, 1979. v.1 il.
 
CORREIA, Pedro Pezarat. Angola. Do Alvor a Lusaka. Lisboa: Hugin, 1996.
 
CORREIA, Pedro Pezarat. Descolonização de Angola. A Jóia da Coroa do Império Português. Lisboa: Editorial Inquérito, 1991.
 
CRUZ, Viriato da. Angola: quelle indépendance....Révolution, Paris, n.º 6, p. 5-16, fevereiro de 1964.
 
DALE, Richard. The Angolan Revolution. Exile politics and guerrilla warfare (1962-1976). Cambridge: The Massachusetts Institute of Technology, volume II, 1978.
 
DÁSKALOS, Sócrates. Um testemunho para a história de Angola. Do Huambo ao Huambo. Lisboa: Vega, 2000.
 
DAVEZIES, Robert. Les Angolais. Paris: Les Éditions de Minuit, 1965. 
 
DAVIDSON, Basil. A Política da luta armada: libertação nacional das colônias africanas de Portugal. Lisboa : Caminho, 1979. 106 p. (Coleção Nosso
Mundo).

 
DAVIDSON, Basil. Angola. No centro do furacão. Lisboa: Delfos, 1974.
 
DELGADO, Iva, PACHECO, Carlos e FARIA, Telmo (Coords.). Humberto Delgado. As eleições de 58. Lisboa: Vega Editora, 1998.
 
DIAS, Eduardo Mayone. A novelística de duas guerras perdidas: Vietname e o Ultramar Português. In: TEIXEIRA, Rui de Azevedo (org.). A Guerra Colonial: Realidade e Ficção. Livro de Actas do I Congresso Internacional. Lisboa: editorial Notícias, 2001.
 
ERVEDOSA, José. Depoimentos de militares portugueses contra a guerra colonial. Argélia: FPLN, s/d.
 
ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO. Resenha Histórico-Militar das Campanhas de
 
EUGENIA, Rodrigues. As Associações de nativos em Angola: o lazer militante em prol dos angolanos. Estudos afro-asiáticos, Rio de Janeiro.


GUERRA, João Paulo. Savimbi, vida e morte. Chiado : Bertrand, 2002. GUERRA, Sergio. Nação coragem: um registro de Angola. [S.l.] : Banco Africano de Investimentos, [200-]. não paginado il.
 
FERREIRA, Eduardo de Sousa. África Austral. O passado e o futuro. Lisboa: Seara Nova, 1977.
 
FERREIRA, Eduardo de Sousa. La transformación y consolidación de la economía en Angola 1930-1974. Estudios de Asia y Africa, n.º XV: 3, p. 572-616, 1980.
 
FORTUNATO, José (ed.). Angola: Documentos do MPLA. Lisboa: Ulmeiro, 1977.
 
FREUDENTHAL, Aida. A Baixa de Cassanje: algodão e revolta. Revista Internacional
 
GELDENHUYS, Jannie – A General’s Story – From an era of war and Peace. Janathan Ball, 1995.
 
GLEIJESES, Piero, RISQUET, Jorge y REMIREZ, Fernando. Cuba y Africa, História común de lucha e sangre.
 
GOMES, Carlos de Matos. Forças Armadas e regime, o ovo e a serpente. In: TEIXEIRA, Rui de Azevedo (org.). A Guerra Colonial: Realidade e Ficção. Livro de Actas do I Congresso Internacional. Lisboa: editorial Notícias, 2001. p. 29-36.
  
GRUNDY, Kenneth. Confrontation and accommodation in Southern Africa. The limits of independence. Los Angeles: University of California Press, 1973.
 
GUERRA, Henrique. Angola: Estrutura econômica e classes sociais. Luanda: edições Maiaka, 2ª edição, s/d.
 
GUERRA, João Paulo. Memória das Guerras Coloniais. Porto: Edições Afrontamento, 1994.
 
GUIMARÃES, Fernando Andresen. The Origins of the Angolan Civil War. Foreign Intervention and Domestic Political Conflict. MacMillan Press LTD. London. 1998.
 
GUIMARÃES, Fernando J. Andresen. Origins and development of the MPLA: two dissident views. Camões Center Quarterly, n.º 1-2, vol. 5, p. 17-29, 1994, Columbia 
University.
 
HANSEN, Helena, JOHANSSON, EVA KATARINA. Mulheres angolanas. Bergen : Organização da Mulher Angolana, [19--]. 
 
HANSEN, Helena, JOHANSSON, EVA KATARINA. Mulheres angolanas. Bergen: Organização da Mulher Angolana
 
HEIMER, Franz-Wilhelm. O Processo de Descolonização em Angola, 1974-1976. Lisboa: A Regra do Jogo, 1980.
 

HEITMAN, Helmoed-Romer. War in Angola-The final South African Phase. Ashanti Publishing,1990
 
HENDERSON, Lawrence. A Igreja em Angola. Lisboa: Editorial Além-Mar, 1990.
 
HERNÁNDEZ, Humberto Trujillo. Trueno Justiciero. Mis campañas en el cielo angolano. Ediciones Verde Olivo, 2005.
 
HEYWOOD, Linda. Unita and Ethnic Nationalism in Angola. The Journal of Modern African Studies, 27, I, p. 47-66, 1989.
 
HODGES, Tony. Angola. Do afro-stalinismo ao capitalismo selvagem. Cascais (Portugal): Principia, 2002.
 
JAIME, Drumond e BARBER, Helder. Angola: Depoimentos para a história recente (1950-1976). S/l: Edição dos autores, 1999.
 
JEUNE AFRIQUE (économie). Savimbi, l’Unita et l’Angola. Paris: Collection Marches Nouveaux, 1996.
 
JIKA (Gilberto Teixeira da Silva). Reflexões sobre a Luta de Libertação Nacional. Lisboa: Edições 70 / União dos Escritores Angolanos, 1979.
 
JUNIOR, Miguel. A Formação e o desenvolvimento das forcas armadas angolanas. Luanda : Editorial Nzila, 2003. 186 p. (Coleção Ensaio, 16).


KAGOMBE, Maina. African Nationalism and Guerrilla Warfare in Angola and Mozambique. In: POTHOLM, Christian, DALE, Richard (ed.). Southern Africa in perspective. New York: The Free Press, 1972. 196-204 p.
 
KAPUSCINSKI, Ryszard. Mais um dia de vida: Angola, 1975. Porto : Campo das Letras, 1997. 93 p. (Campo da Historia, 6).
 
KASRILS, Ronnie – Armed and Dangerous – From Undercover Struggle to Freedom.
 
KILUANJI (José César Augusto). Trajectória da vida de um guerrilheiro. Luanda:
 
KISSINGER, Henry A. Memórias: anos de renovação. Rio de Janeiro : UniverCidade, 2001. 3.v. il.
 
KOCK, Eugene de. A Long Night’s Damage. Working for the Apartheid State. Contra.
 
LABUSCHAGNE, Riaan. On South Africa’s Secret Service: An Undercover Agent’s Story. Galago, 2002.
 
LARA, Lúcio. Um amplo movimento... Itinerário do MPLA através de documentos e anotações de Lúcio Lara. Luanda: Edição do autor, volume I, 1997.
 
LÉONARD, Yves. O Ultramar Português. In: BETHENCOURT, Francisco e CHAUDHURI, Kirti (dir.). História da Expansão Portuguesa. Último Império e recentramento (1930-1998). Espanha: Círculo de Leitores, Volume 5, 31-50, 1999.
 
LIBERATTI, Marco Antonio. A Guerra civil em Angola: dimensões históricas e contemporâneas. São Paulo, 1999. 145 p. il. Mestrado - Historia, USP, São Paulo, 1999. Orientação de : Braz de Araújo.
 
LIEBENBERG, Ian; MINAAR, Anthony & SCHUTTE, Charl. The Hidden Hand: Covert Operations in South Africa. Human Sciences
Research Council. Pretoria. 1998.South Africa.
 
LIMA, Manuel dos Santos. As Lágrimas e o vento. 2. ed. Porto : Afrontamento, 1989.
 
MABEKO TALI, Jean-Michel. O MPLA face a si próprio. Luanda, Nzila, 2002.
 
MACEDO, Jorge. Literatura angolana e texto literário. Porto : União dos Escritores Angolanos, 1989. 138 p. (Estudos Contemporâneos).
 
MACQUEEN, Norrie. A Descolonização da África Portuguesa. A revolução metropolitana e a dissolução do Império. Mem Martins (Portugal): Editorial Inquérito, 1998.
 
MARCUM, John. The Angolan Revolution. The anatomy of an explosion (1950-1962). Cambridge: The Massachusetts Institute of Technology, volume I, 1969.
 
MARCUM, John. The exile condition and revolutionary effectiveness: Southern African Liberation Movements. In: POTHOLM, Christian, DALE, Richard (ed.). Southern Africa in perspective. New York: The Free Press, 1972.
 
MARCUM, John. Angola: Perilous transition to Independence. In: CARTER, Gwendolen, O’MEARA, Patrick (ed.). Southern Africa. The continuing crisis. EUA: The Macmillan Press, 1979. p. 175-198.
 
MARGARIDO, Alfredo. O tribunal da História. In: RIBEIRO, Jorge. Marcas da Guerra Colonial. Porto: Campo das Letras, 1999. p. 154-181.
 
MARTELLI, George. The issues internationalized. In: ABSHIRE, David, SAMUELS, Michael (ed.). Portuguese Africa. A Handbook. New York: Praeger, 1969b. 406-433 p. 
 
MARTELLI, George. Conflict in Portuguese Africa. In: ABSHIRE, David, SAMUELS, Michael (ed.). Portuguese Africa. A Handbook. New York: Praeger, 1969b. 406-433 p. 
 
MARTELO, David. O pensamento estratégico das cúpulas militares nacionais nas vésperas da última campanha colonial. In: TEIXEIRA, Rui de Azevedo (org.). A Guerra Colonial: Realidade e Ficção. Livro de Actas do I Congresso Internacional.
 
MARTIN, Ramón Espinosa (Gen Div) em La Guerra de Angola.
 
MARTIN, Ramón Espinosa. La Batalla de Cabinda. Verde Olivo, Habana, 2001.
 
MARTINEZ, Miguel Zaballa. La Artilleria en Cuba en el Siglo XX. Ediciones Verde.
 
MATEUS, Dalila Cabrita. A Luta pela Independência. A formação das elites fundadoras da FRELIMO, MPLA e PAIGC. Mem Martins (Portugal): Editorial Inquérito, 1999.
 
MC VEIGH. Malcom. The present situation in Angola. Présence Africaine, volume 14/15, n.º 42/43, p. 170-179, 1962.
 
MENEZES, Solival. Mamma Angola: sociedade e economia de um pais nascente. São Paulo : EDUSP, 2000.
 
MESSIANT, Christine. Em Angola, até o passado é imprevisível. A experiência de uma investigação sobre o nacionalismo angolano e, em particular, o MPLA: fontes, crítica, necessidades actuais da investigação. In: Construindo o Passado Angolano: as fontes e a sua interpretação. Actas do II Seminário Internacional sobre a História de Angola (4 a 9 de agosto de 1997). Luanda: Comissão Nacional para as comemorações dos Descobrimentos Portugueses, 2000. p. 803-859.
 
MINISTÉRIO DA COMUNICAÇÃO SOCIAL. Angola. Acordo para a Independência.
 
MINTER, William. Os Contras do apartheid: as raízes da guerra em Angola e Moçambique. Maputo : Arquivo Histórico (Moçambique), 1998.
 
MINTER, William (org.). Operation Timber: pages from the Savimbi dossier. New Jersey: Africa World Press, 1988.
 
MOITA, Luis. Os Congressos da FRELIMO, do PAIGC e do MPLA: uma analise. Ulmeiro, 1979.

MONTEIRO, Ramiro Ladeiro. From extended to residual family: Aspects of social change in the musseques of Luanda. In: HEIMER, Franz-Wilhelm (ed.). Social Change in Angola. Munique: Weltforum Verlag, 1973. 284 p.

NETO, Conceição. Ideologias, contradições e mistificações da colonização de Angola no século XX. Lusotopie, 1997.

 
NETO, Maria da Conceição. Entre a Tradição e a Modernidade: Os ovimbundu do Planalto Central à luz da história. Ngola, Revista de Estudos Sociais, Luanda, volume 1: 1, 1997.
 
NETO, Maria da Conceição. Grandes projetos e tristes realidades – Aspectos da colonização do Planalto Central angolano (c. 1900 - c. 1931). In: A África e a Instalação do Sistema Colonial (c. 1885 – c. 1930). Actas da III Reunião Internacional de História da África (1999). Lisboa: IICT / Centro de Estudos de História e Cartografia Antiga, 2000. p 513-525.
 
NETO, Ana Maria. Industrialização de Angola: reflexão sobre a experiência da administração portuguesa (1961-1975). Lisboa : Escher, 1991.
 
NKOSI, Jose Kalunsiewo. O Pragmatismo responsável e a questão Angolana. Revista Internacional de Estudos Políticos, Rio de Janeiro, v.2, n.3.


PACHECO, Carlos. MPLA. Um nascimento polémico (as falsificações da história). Lisboa: Vega Editora, 1997.
 
PADILHA, Laura Cavalcante. O Lugar da ancestralidade na ficção angolana do século XX. Niterói : EdUFF, 1995. 216 p. 85-228.
 
PEARCE, Justin – An Outbreak of Peace. Angola’s situation of Confusion. DavidPhillip Books. 2005. South Africa.
 
PÉLISSIER, René. Evolution des Mouvements Ethno-Nationalistes Bakongo d’Angola avant la Revolte du Nord-Ouest (1961). Revue Française d’Etudes Politiques Africaines. Março 1975.
 
PÉLISSIER, René. La Colonie du Minotaure. Nationalisme et Revoltes (1926-1961). Orgeval (França): Pelissier, 1978.
 
PÉLISSIER, René. Le Naufrage des Caravelles. Études sur la fin de l’empire portugais (1961-1975). Orgeval (França): Pelissier, 1979.
 
PENNA FILHO, Pio. Dilemas de integração no sul da África. Tempo e Presença, Rio de Janeiro, n. 319, p. 38-41, 2001PEPETELA. As Aventuras de Ngunga. 6.ed. [S.l.] : UnB, Instituto de Ciências Humanas. Departamento de Antropologia, 1988. COL-RUI


PEPETELA. A Geração da utopia. Rio de Janeiro : Nova Fronteira, 2000.PEREIRA, José Maria Nunes. Colonialismo, Racismo, Descolonização. Estudos Afro-Asiáticos, Rio de Janeiro, n.º 2, maio - agosto de 1978.
 
PEPETELA. Mayombe. São Paulo: Ática, 1982.
 
PEREIRA, José Maria Nunes. Angola: uma política externa em contexto de crise (1975-1994). Tese de Doutorado. Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade de São Paulo, 1999.
 
PEREIRA, Jose Maria Nunes. Angola: uma política externa em contexto de crise (1975-1994). São Paulo, 1999. 268 p. Doutorado - Sociologia, USP, São Paulo, 1999. Orientação de: Fernando Augusto Albuquerque Mourão.


PEREIRA, Jose Maria Nunes. Angola: identidade nacional e africanidade. In:CONGRESSO DA ASSOCIACAO LATINO-AMERICANA DE ESTUDOS AFRO-ASIATICOS DO BRASIL, 6, 1998, BRASILIA. Crises e reconstruções: estudos afro-brasileiros, africanos e asiáticos. Anais... Brasília: Linha Gráfica, 1998. p.
 
PEREIRA, Luena Nascimento Nunes. Os Regressados na Cidade de Luanda: um estudo sobre identidade étnica e nacional em Angola. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade de São Paulo, 1999.
 
PETRUS, Maria Regina. Emigrar de Angola e imigrar no Brasil: jovens angolanos no Rio de Janeiro: historia(s), trajetórias e redes sociais. Rio de
Janeiro, 2001. 250 p. il. Mestrado - IPPUR, UFRJ, Rio de Janeiro, 2001. Orientação de: Carlos Bernardo Vainer.
 
PINHEIRO, Patrícia McGowan. Misérias do Exílio. Os últimos meses de Humberto Delgado. Contra-Regra, 1998.
 
PINTO, António Costa. Portugal e a Resistência à Descolonização. In: BETHENCOURT, Francisco e CHAUDHURI, Kirti (dir.). História da Expansão Portuguesa. Espanha: Círculo dos Leitores, Volume 5, 51-64, 1999(a).
 
REIS, Maria do Céu Carmo e REIS, Fidel Carmo. O MPLA e a crise de 1962-1964 como representação: alguns fragmentos. In: Actas temáticas do III Congresso Luso Afro-Brasileiro de Ciências Sociais (4-7 de julho de 1994). Lisboa: Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, 1996, p. 697-709.
 
REPÚBLICA POPULAR DE ANGOLA. Informações Estatísticas 1974. Luanda: Direção dos Serviços de Estatísticas, s/d.
 
REPÚBLICA PORTUGUESA – ESTADO DE ANGOLA. Informações Estatísticas 1972. Luanda: Direção Provincial dos Serviços de Estatística, 1973.
 
RIBEIRO, Vanderlei Vazelesk. O Desencanto angolano: os limites de um projeto de nação socialista (1960-1990). Rio de Janeiro : Ed. da UFRJ, 1998.
 
RIBEIRO, Jorge. Marcas da Guerra Colonial. Porto: Campo das Letras, 1999.

 
ROCHA, Edmundo. Angola. Contribuição ao estudo da génese do nacionalismo moderno angolano (Período de 1950-1964). 2 Volumes. Luanda, Editora Kilombelombe, 2002.
 
ROCHA, Edmundo. O Clube Marítimo Africano. Uma Contribuição para a Luta e Independência Nacional dos Países sob Domínio Colonial Português. Lisboa: Biblioteca do Museu da República e Resistência, 1998.

 
ROSENTHAL, Richard – Mission Improbable. David Phillip Publishers, 1998, Cape Town RSA (Introdução de Thabo Mbeky). 

 
RUSSELL, Alec – Big Men, Little People – Encounters in Africa. Dir. Autor; 1999.
 
SA, Ana Lopes de. A (Re) Construção da angolanidade em Uanhenga Xitu: contributo para um estudo de cultos especiais. Lisboa : Imbondeiro Editores, 2003. 109 p. (Imbondeiro de Bolso).
 
SAMUELS, Michael, BAILEY, Norman. Education, Health and Social Welfare. In:

 
SAMUELS, Michael. Methodist Education in Angola, 1897-1915. STUDIA. Lisboa: Centro de Estudos Históricos Ultramarinos, Revista Quadrimestral, 20-22, p. 75-107, Abril-Dezembro, 1967.
 
SAMUELS, Michael, BAILEY, Norman. Education, Health and Social Welfare. In: ABSHIRE, David, SAMUELS, Michael (ed.). Portuguese Africa. A Handbook. New York: Praeger, 1969. 178-201 p.

 
SANGO, André de Oliveira João. O Processo de Construção da Cidadania em Angola. Mitos e Realidades. Dissertação de Mestrado, Instituo Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro, 1995.
 
SANTIAGO, Theo (org.). Descolonização. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1977.
 
SANTOS, Daniel dos. Economia, democracia e justiça em Angola: o efêmero e o permanente. Estudos afro-asiáticos, Rio de Janeiro, n. 1, p. 99-133, 2001.
 
SANTOS, Eduardo. As Conferências de Solidariedade Afro-Asiática e a 1ª Conferência de Solidariedade Tricontinental. Ultramar. Lisboa: Ano IX, Vol. IX, 4º Trimestre.
 
SARAIVA, Jose Flavio Sombra. Um Momento especial nas relações Brasil-Angola: do reconhecimento da independência aos desdobramentos atuais. In: Angola e Brasil: nas rotas do Atlântico Sul. Rio de Janeiro : Bertrand Brasil, 1999.
 
SARAIVA, José Flávio Sombra. O Lugar da África: A Dimensão Atlântica da Política Externa Brasileira de 1946 a nossos dias. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1996.
 
SEBASTIAO, Adriano. Dos campos de algodão aos dias de hoje. [S.l. : s.n. ], 1993.
 
SEMINARIO internacional sobre a história de Angola: construindo o passado angolano: as fontes e a sua interação. [S. l.] : Comissão Nacional para as Comemorações dos descobrimentos Portugueses, 2000.
 
SERRA, Jaime. Eles têm o direito de saber. Páginas da luta clandestina. Lisboa: Edições Avante, 1997.
 
SERRANO, Carlos M. Henriques. Angola. Nasce uma Nação. Tese de Doutorado em Antropologia Social, Universidade de São Paulo, 1988.
 
SERTÓRIO, Humberto. A guerra colonial ainda não acabou. In: TEIXEIRA, Rui de Azevedo (org.). A Guerra Colonial: Realidade e Ficção. Livro de Actas do I Congresso Internacional.
 
SILVA, Elisete Marques da. O papel societal do sistema de ensino na Angola colonial. Revista Internacional de Estudos Africanos. Lisboa, n.º 16 e 17, p. 103-130, 1992-1994.
 
SOMERVILLE, Keith. Angola. Politics, Economics and Society. London: Frances Pinter, Marxist Regimes Series, 1986.
 
SOREMEKUN, Fola. Angola: The Road to Independence. Nigéria, University of Ife Press, 1983.
 
STIFF, Peter – See You in November – The Story of na SAS Assassin. Galago. 3º Ediç. 2002. South Africa.
 
STIFF, Peter – The Silent War – South African Recce Operations 1969-1994. Galago, 1999, South Africa.
 
STIFF, Peter – Warfare Other Means. Galago, 2001, South Africa.
 
TAIBO II, Paco Ignacio, ESCOBAR, Froilán e GUERRA, Félix. O ano em que estivemos em parte nenhuma. A guerrilha africana de Ernesto Che Guevara. Porto: Campo das Letras, 1995.
 
TAIBO II, Paco Ignacio. Ernesto Guevara, também conhecido como Che. São Paulo: Scritta, 1997.
 
TALI, Jean-Marie Makebo. Dissidências e poder de Estado: o MPLA perante si próprio (1962/1977): 1974-1977. Luanda : Editorial Nzila, 2001. v.2(Coleção Ensaio, 3).
 
TEIXEIRA, Rui de Azevedo (org.). A Guerra Colonial: Realidade e Ficção. Livro de Actas do I Congresso Internacional. Lisboa: editorial Notícias, 2001.
 
TOMÉ, Mário. Adeus e até ao meu regresso. In: TEIXEIRA, Rui de Azevedo (org.). A Guerra Colonial: Realidade e Ficção. Livro de Actas do I Congresso Internacional.
 
TURNER, John W. Continent Ablaze. The Insurgency Wars in Africa. 1960 to the present. Jonathan Ball Publishers. Johanesburg, 1998.
 
UNITA. The Unita Leadership. Jamba (Angola): The National Union for the Total Independence of Angola, 1990.
 
VENÂNCIO, José Carlos. Colonialismo, Antropologia e Lusofonias. Lisboa: Vega Editora, 1996.
 
WAALS, Willem Van Der. Portugal’s War in Angola 1961-1974. Rivonia (África do Sul): Ashanti Publishing, 1993.
 
WHEELER, Douglas. Portugal in Angola: A living colonialism?. In: POTHOLM, Christian, DALE, Richard (ed.). Southern Africa in perspective. New York: The Free Press, 1972.
 
XITU, Uanhenga, 1924-. Mungo: os sobreviventes da maquina colonial. 2.ed.rev.aum.
 
ZABALA, Blanca. La Paz de cuito-Cuanavale. Documentos de un Processo. Editora Política, Habana, 1989.